Mais uma adaptação pra odiar

Publicado: 4 de julho de 2010 em Adaptações, Filmes, Quadrinhos
Tags:, , ,

Howdy?!

Quem já passou por esse blog e já leu alguns dos meus posts, deve ter percebido que eu gostei de poucas adaptações de games que foram lançadas. Eu pretendo ainda falar de boas adaptações de HQ’s para o cinema, mas essa semana não é o caso.

Vou falar hoje sobre uma adaptação que odeio desde o dia que liberaram a sinopse oficial do filme, a adaptação de um manhwa chamado Priest.

Pra começar, o que é um manhwa?

Manhwa – basicamente é um termo coreano para designar histórias em quadrinhos. Mais especificamente quadrinhos produzidos na Coréia do Sul. O termo é uma cognata do Mangá japonês, do Manhua chinês.
Um desenhista de Manhwa é conhecido como Manhwaga. E a leitura das HQ’s são feitas da forma ocidental, ou seja, da esquerda pra direita, devido a forma de escrita do Hangul.

E do que se trata o manhwa Priest?

Primeiro, Priest foi criado pelo coreano Hyung Min-Woo e é o primeiro no manhwa no Brasil do estilo ação/terror. Ele é lançado mensalmente pela editora LUMUS.

Eu estou odiando a adaptação, porque simplesmente não adaptaram nada. Praticamente estupraram a obra, pegaram apenas o nome dos personagens e fizeram um roteiro extremamente imbecil, horrível, envolvendo um monte de modismos.

A história de Priest é a seguinte:

Um padre chamado Ivan Isaacs por acidente liberta um anjo caído, chamado Temozarela. Esse anjo caído acaba com a vida do jovem padre, matando sua amada Gena e ele próprio. Então Ivan vende sua alma para um outro demônio chamado Belial em troca de poder para se vingar de Temozarela.
O manhwa então é focado na busca por vingança do Ivan Isaacs. Ele vai atrás do Temozarela, seguindo as pistas dos seus seguidores, matando qualquer um que se meter em seu caminho da forma mais violenta e impiedosa possível.
Tudo isso num cenário de histórias de western. Com muito sangue, zumbis, e tudo que há de bom.

A história é muito legal como dá pra perceber. Fora tudo o que eu falei, a obra é muito bem feita. O traço do desenhista é muito bom. Fora uma série de coisas, que se eu fosse falar aqui um post só não seria suficiente.

Agora vamos ao filme, a sinopse:

Um padre pistoleiro que desobedece as leis da Igreja para caçar o bando de vampiros que sequestrou sua sobrinha. Ajudado por um jovem xerife, meio mortal, meio vampiro, que também ajudará o padre na empreitada, ao lado da sacerdotisa. O vilão é Black Hat, líder dos chupadores de sangue que um dia foi padre e caçador, mas hoje se considera um deus entre os vampiros.

Sinceramente, não parece a mesma história. Da obra original só restaram alguns nomes, fora o nome do filme. Eu não sei ainda como chamam isso de adaptação. Isso não é uma adaptação é outro filme, outra coisa. Eu penso que colocaram o nome da obra e de alguns personagens apenas para vender o filme.

Uma história tão legal quanto a de Priest ser estragada por uma produção sem noção, idiota, sem talento. Eu penso também que o autor do manhwa permite isso na esperança de ganhar mais dinheiro do que já tem, ou porque é obrigado pela editora da obra. Como eu não conheço nada a respeito da relação “autor-obra-editora” da Coréia do Sul, eu não posso dizer de quem foi a culpa.

Só sei que o filme tende a ser uma grande porcaria, que entra na onda dos vampiros novamente. Graças ao sucesso de uma obra nojenta como Crespúsculo. Eu até acho que sei de quem é a culpa é da Stephenie Meyer, autora nojentinha, que destruiu tudo o que conhecemos de vampiros com sua série de livros melosos, com vampiros que brilham a luz do dia, com adolescentes sem nada na cabeça. Sim, sem nada na cabeça, não me atrevo a dizer que a personagem principal do livro tem merda na cabeça, porque camarões também tem e são mais interessantes que ela.

Eu creio que o Bram Stocker fica se revirando no túmulo, ou então sua alma deve tá espancando os anjos, se ele foi pro céu, ou dando uma surra do capeta, se ele foi pro inferno, toda vez que algo como Crepúsculo faz sucesso.

Tá mas eu não vim falar mal da série da Stephenie Meyer, não pretendo perder mais tempo com isso do que já perdi neste post.

Vim apenas mostrar pra você o que fizeram com a série Priest. Decorem esses nomes Scott Charles Stewart, Cory Goodman. São o diretor e o roteirista do filme, se você ver o nome deles ligado a alguma adaptação, não espere nada mais do que o que fizeram com Priest. A não ser que eles mudem o conceito de “adaptação” depois de ver a grande porcaria que fizeram desta vez.

Para mais posts interessantes acesse o novo Nerdices e Afins, O BobNerd.

comentários
  1. Andhora disse:

    … Eu sei que Manhwa Priest é muito bom. Os traços do desenho são de alto nível e a história nem fala: totalmente envolvente. Ow… Fiquei até com medo de assistir esse filme (se for essa porcaria mesmo, talvez eu nem veja xD).

  2. Teena Quinn disse:

    E oq vc tem a dizer sobre a adaptação do game Principe da Persia??

    • Bob Mota disse:

      Olá Teena. Vlw pelo comentário. ^^
      Então, eu achei que foi uma adaptação legal. Tiveram coisas que eu não gostei.
      Como, por exemplo, o fato do Príncipe ser adotado, a parte em que ele se perde no deserto e que ele encontra o Molina, por mim poderia ser tirada do filme, e os desafiantes finais poderiam ser melhores.
      Mas eu não achei que ficou ruim sabe. Apesar disso aí que eu falei, eu gostei!!
      A parte da Adaga do Tempo ficou bem adaptada, o final ficou muito semelhante ao jogo.
      Foi realmente uma adaptação, eles adaptaram o que era preciso para fazer um filme, sem destruir a história base.
      Eles manteram a história do jogo !!
      E como no jogo deixou até em aberto para uma futura continuação.
      Eu tou devendo um post desses aqui, não é?!
      Pretendo fazer logo, logo.
      E você o que achou do filme?

      p.s.: E faltaram os Zumbis de Areia. Pôxa, eu queria ver aqueles zumbis.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s